O Papel e a Importância da Educação Teológica Para a Igreja – André Luís

Por André Luiz

 

No que tange a importância e a aplicação da educação teológica, em especial, no contexto religioso das igrejas evangélicas que a cada dia se proliferam, é lamentável a deliberada desconsideração para com ambos os elementos (importância e aplicação), visto que, da mesma forma que não podemos desassociar o Cristo da sua “Cruz”, ou, a “Cruz” do seu Cristo, não devemos também separar a igreja da educação teológica.

A grande verdade é que o evangelicalismo neopentecostalizado hodierno tem crescido e se multiplicado com um espírito analfabeto no que toca a matéria da espiritualidade cristã já que não existe autentica espiritualidade sem a vida e o amadurecimento espiritual que são oriundos de uma educação teológica. Pois, na maioria das igrejas de ordem evangélica, o pragmatismo e o misticismo são as regras hermenêuticas para se interpretar Deus. O estudo sério da bíblia (o estudo da revelação proposicional, segura e correta de Deus), que se articula a partir de uma hermenêutica científica, tanto por parte dos lideres como por parte dos seus liderados por tabela, tem sido negligenciado, e por conseqüência o corpo religioso evangélico tem vivido uma religiosidade ignorante não se revelando assim uma comunidade religiosa relevante pelo simples fato de não poder oferecer para os espiritual e moralmente deseducados (àqueles que vivem alienados de Deus) a verdade que eles necessitam acerca de Deus.

O Apostolo Paulo, o maior “mestre” da igreja cristã, apresenta-nos o documento sagrado (a bíblia) como a fonte de toda educação teológica para a igreja, pois ele diz a Timóteo: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra” (2Tm 3.16-17). Posto isso, levando em consideração essa verdade paulina acerca da suficiência das Escrituras para a educação teológica, educação essa que habilita o homem nos aspectos mental, espiritual e funcional, precisamos com urgência gritar a carência gritante das igrejas no que toca a educação teológica, conclamando-as para uma responsabilidade de estudo bíblico-teológico que é indubitavelmente necessário para que a igreja seja um centro de fomentação de verdades espirituais, morais e sociais, respondendo e atendendo assim as demandas de um mundo que vive uma derrocada humana sem igual.

Apesar do desinteresse pela educação teológica quase que generalizado em nossas camadas evangélicas cujo interesse das mesmas consiste na busca da experiência religiosa utópica que entorpece a mente e a deixa agrilhoada ao fanatismo da religião anti-educacional no que diz respeito ao estudo da teologia, expectamos uma reforma interna eclesial de educação teológica. Almejamos um comprometimento revolucionário de Pastores-Mestres que através de um compromisso sério de estudo teológico espalhe para o povo o ensino bíblico que educa e habilita o homem para toda boa obra.

A educação teológica, a formação bíblica, a alfabetização religiosa a luz da Bíblia, precisa ser a prioridade das nossas igrejas, pois, comunicar todo o conselho de Deus para o mundo só é possível quando se sabe qual é o conselho de Deus. Saber de Deus ou sobre Deus, receber educação teológica, refletir teologicamente, é uma obrigação de todo aquele que faz parte da igreja e que precisa responder para o mundo a razão da sua fé.

 

 

Postado por Tiago H. Souza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s